IGAPÓ
Home   Instituto   Araguaia   Cantão   Águas Interiores   Quem Somos  Projeto Ariranha  Projeto Peixes
Projeto Boto    Comunidades Naturais     ProCantão    Voluntários   Ciência Comunitária   Ecoturismo    
SOS Cerrado   Galeria de Fotos
Home.htmlInstituto.htmlIntroducao.htmlLocalizacao.htmlaguas_interiores.htmlquem_somos.htmlProjeto_Ariranha_2.htmlProjeto_Peixes.htmlProjeto_Boto.htmlComunidades_Naturais.htmlProCantao_Port.htmlVoluntarios.htmlBolsas_de_Iniciacao_Cientifica.htmlVisita_ao_PEC.htmlCerrado.htmlFotos/Fotos.htmlshapeimage_2_link_0shapeimage_2_link_1shapeimage_2_link_2shapeimage_2_link_3shapeimage_2_link_4shapeimage_2_link_5shapeimage_2_link_6shapeimage_2_link_7shapeimage_2_link_8shapeimage_2_link_9shapeimage_2_link_10shapeimage_2_link_11shapeimage_2_link_12shapeimage_2_link_13shapeimage_2_link_14shapeimage_2_link_15
 

Os igapós são florestas que são anualmente inundadas pela cheia do Javaés, quando a maior parte de seu delta fica submersa. A enchente começa a inundar os igapós mais baixos do Cantão em dezembro. Em março, normalmente o pico das enchentes, a água nos igapós tem profundidade entre cinco e oito metros, e corre com velocidade de dois a cinco km/h. Somente árvores adaptadas a essas condições extremas sobrevivem neste ambiente. A correnteza faz com que o sub-bosque seja excepcionalmente limpo para uma floresta tropical. Muitas das espécies de árvore dos igapós florescem e frutificam nesta estação. Seus frutos caem na água e são engolidos por peixes de muitas espécies, que dispersam as sementes.

As espécies de árvore de grande porte mais típicas dos igapós do Cantão são os landis e as piranheiras. Ambas frequentementem ultrapassam os vinte metros de altura, e ambas tem seus frutos dispersados por peixes. A piranheira tem esse nome por causa de uma segunda contribuição que faz ao ecossistema aquático: em fevereiro, suas folhas caem, e as folhas novas que brotam atraem grandes quantidades de lagartas. As lagartas caem na água quando o vento balança as copadas, atraindo cardumes de piranhas e outros peixes.

A avifauna dos igapós do Cantão é rica e variada, com algumas espécies especializadas nesse habitat. Uma das mais comuns é o solta-asa, que somende faz seu ninho durante as enchentes, no alto de árvoredos isolados no sub-bosque, apenas um metro ou dois acima da água. Escolhe esses locais para colocar seus ovos a salvo dos predadores abundantes do igapó, que incluem bandos de quatis e macacos-prego.